05/02/2017 - TEMA: Lucro na Pecuária Leiteira

INDICADORES RELACIONADOS À LUCRATIVIDADE NA PECUÁRIA DE LEITE


Segundo um estudo realizado na Universidade Federal de Lavras – MG (UFLA), em 159 fazendas de leite no estado de Minas Gerais monitoradas pelo projeto EDUCAMPO, os indicadores que estão mais correlacionados com a lucratividade são:

1 – Uma baixa "Relação entre o custo de mão de obra e o custo de concentrado" (o que significa um maior custo com concentrados do que com mão de obra);
2 – Um baixo "Custo de mão de obra contratada por unidade de leite produzida";
3 – Uma alta "Produção de leite por unidade de mão de obra contratada";
4 – Uma alta "Produção de leite por vaca";
5 – Uma alta "Proporção de vacas lactantes no rebanho".

Indicadores de Lucro na Pecuária de Leite

O raciocínio é lógico, mas vale a pena explorá-lo:

Quanto maior a produção de leite por vaca, maior o gasto com concentrado, pois uma vaca de alta produção consome muito concentrado. Quanto maior a porcentagem de vacas em lactação, menor a porcentagem de vacas secas, consumindo sem produzir. Vacas em lactação consomem mais concentrado. Por isso o custo com concentrado é maior.

Por outro lado a mão de obra é otimizada. Considere uma propriedade com 2 funcionários e um total de 50 vacas, sendo que 30 estão em lactação. Estes mesmos 2 funcionários ordenhariam 30 vacas, produzindo elas uma média de tanto de 10 litros como de 20 litros de leite por dia. E se, ao invés de somente 30 vacas, 40 estivessem em lactação? Certamente os mesmos dois funcionários dariam conta do recado. Portanto, olhe a diferença entre esses dois cenários: dois funcionários poderiam produzir diariamente 300 litros de leite (30 vacas X 10 litros em média) ou 800 litros de leite (40 vacas X 20 litros em média). O custo da mão de obra é reduzido à menos da metade por litro de leite produzido.

Estes dois aspectos resumem o que os 5 índices relacionados representam e mostram com clareza o que sempre ressaltamos: a importância da eficiência zootécnica. A visão predominante entre os produtores rurais, que é de “redução de custos”, deve ser substituída por uma visão de “aumento de eficiência técnica e econômica”.

A direção para alcançar bons resultados está bem definida, não há segredo: vacas altamente produtivas, bem alimentadas e em produção. Para isso é necessário trabalhar muito forte em três pilares principais: eficiência reprodutiva (para se alcançar uma alta porcentagem de vacas em lactação), melhoramento genético e nutrição (para ter e manter vacas altamente produtivas).

O software Pecuária Brasil Gado de Leite oferece as ferramentas necessárias para clarear este caminho, gerando informações importantes dando suporte a este trabalho. Acesse o conteúdo abaixo e confira:
Vídeo - Relatórios de produção leiteira – para selecionar vacas mais produtivas e realizar o melhoramento genético.
Artigo - Relatório de acompanhamento reprodutivo – para trabalhar a reprodução do rebanho.
Artigo - Intervalo entre partos na pecuária.

Referência:
RESENDE, J. C. Determinantes de Lucratividade em Fazendas Leiteiras de Minas Gerais. 144p. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.


Leia mais artigos em nossa página de conteúdo técnico em pecuária

Deixe seu e-mail abaixo e seja avisado de novas publicações.

Conheca melhor o software Pecuária Brasil Gado de Leite, excelentes ferramentas para ajudá-lo a administrar seu rebanho.

Palavras chave: lucro na pecuária, vacas de alta produção, vacas leiteiras, gado de leite.


Deixe seu comentário, é importante para nós. Sua experiência enriquece nosso trabalho, e contribuirá com todos que lerem este artigo depois de você.