15/06/2017 - TEMA: Criação de Gado de Corte

CONCENTRAÇÃO DAS GESTAÇÕES NO INÍCIO DA ESTAÇÃO DE MONTA


Continuando a explorar o tema “Alta performance na pecuária de corte”, abordaremos a eficiência reprodutiva na estação de monta em gado de corte.

Já tratamos deste assunto em outros artigos, abordando o tema em diversos aspectos específicos. O intervalo entre partos, um dos aspectos de maior impacto no desempenho, foi tratado no artigo “Intervalo entre partos em gado de corte”. Neste artigo discorreremos sobre a necessidade de emprenhar as vacas logo no início da estação de monta.

O período de estação de monta normalmente é definido, entre vários fatores, em função do período chuvoso de cada região, no qual há uma maior disponibilidade de alimento para o rebanho. É prática comum definir a estação de monta com duração de 4 meses. Mas, muitas vezes, opta-se por prorrogar a estação por mais um ou dois meses, com o intuito de não prejudicar a taxa de prenhez, ou seja, o número matrizes gestantes ao final. É um erro comum também que, somente do meio para o final da estação, sejam tomadas providências para corrigir um eventual baixo desempenho reprodutivo. Além de não surtir o efeito desejado, provoca uma concentração de gestações no final da gestação, comprometendo os resultados futuros.

Numa estação bem planejada, o ideal é concentrar as gestações no seu início, o que trás uma série de benefícios. Vacas que emprenham nos meses de novembro e dezembro vão parir nos meses de agosto, setembro, até meados de outubro. Na maior parte do Brasil este é o período ideal para se obter os melhores resultados no ganho de peso dos bezerros e também no desempenho reprodutivo das vacas.

Um desses benefícios é o peso à desmama dos bezerros, que é maior para os nascidos no início da estação de nascimentos. Veja no gráfico abaixo:

Mês de Nascimento X Peso ao Desmame de bezerros

A idade ao abate também é influenciada pelo mês de nascimento. O gráfico abaixo mostra um estudo em que a porcentagem de animais abatidos até 2,5 anos de idade é de 100% para os nascidos em setembro. Esta porcentagem reduz mês a mês até janeiro, aumentando a idade ao abate.

Mês de Nascimento de Bezerros X Idade ao Abate

O reflexo na concepção das vacas, principalmente de primeira cria, na estação seguinte também é grande. Vacas que se tornam gestantes mais cedo, parem mais cedo, e na próxima estação de monta estarão mais propícias a conceberem novamente. Veja gráfico abaixo:

Mês de Parto X Taxa de Prenhez de Novilhas

Fica bem clara, com estas informações, a importância de se trabalhar para concentrar as gestações no início da estação de monta. Técnicos e criadores devem estudar a aplicabilidade de práticas reprodutivas como IATF, uso de protocolos hormonais, desmame precoce, mamada controlada, entre outras. Além disso, é essencial fornecer boas condições de manejo, alimentação e sanidade aos animais.

O controle zootécnico do rebanho é essencial para conseguir diagnosticar, planejar as atividades e acompanhar os resultados obtidos neste aspecto. Veja no vídeo abaixo um dos relatórios do software Pecuária Brasil que detalha muito bem estas informações.

ASSISTA AO VÍDEO



Leia mais artigos em nossa página de conteúdo técnico em pecuária

Conheça o software Pecuária Brasil Gado de Corte, uma excelente ferramenta para ajudá-lo a administrar seu rebanho.

Palavras chave: intervalo entre partos, estação de monta, idade ao abate, peso à desmama, mais bezerros, bovinocultura, gado de corte, vacas de corte, Taxa de Prenhez.

Fonte de gráficos: paletra proferida pelo professor José Luiz Moraes Vasconcelos (Zequinha) - UNESP Botucatu.


Deixe seu comentário, é importante para nós. Sua experiência enriquece nosso trabalho, e contribuirá com todos que lerem este artigo depois de você.